O Jogo ao Vivo

Covid-19

Menos mortes, menos casos e redução do número de internados

Menos mortes, menos casos e redução do número de internados

Portugal registou, esta quinta-feira, 501 casos por covid-19 e duas mortes associadas ao vírus de SARS-CoV-2. Lisboa sem óbitos pela primeira vez em quase oito meses.

Portugal registou dois mortos associados à doença causada pelo vírus da SARS-CoV-2, num dia com mais 501 casos reportados em 24 horas.

O total de internados desce pelo terceiro dia consecutivo, para 423 (menos 24), número mais baixo desde 11 de setembro de 2020. Do total doentes hospitalizados esta quinta-feira, 109 são considerados graves, menos sete que na quarta-feira. É o registo mais baixo em Unidades de Cuidados Intensivos desde 7 de outubro.

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), mais 542 pessoas recuperaram da doença (787011 desde o início da pandemia), contribuindo para uma quebra de 43 no acumulado de casos ativos, que assim se reduziu para 25414.

Os registos desta quinta-feira mostram uma redução de 183 casos relativamente aos 684 de ontem. Evidenciam, ainda, uma redução em comparação com as duas primeiras quintas-feiras do mês de abril - dia 1 foram reportados 592 casos e 11 óbitos, o dia mais fatal do corrente mês, enquanto a 8 foram anotadas 602 infeções (e nove óbitos, segundo pior dia do mês).

As duas vítimas mortais reportadas nas últimas 24 horas, um homem e uma mulher com mais de 80 anos, residiam na Região Norte. A zona mais setentrional do país registou 5328 óbitos e 333056 casos de covid-19 desde o início da pandemia.

PUB

Os 156 casos registados em terras nortenhas nas últimas 24 horas interrompem uma sequência de três dias em que a RN foi a região com mais casos diários de covid-19.

Lisboa sem vítimas mortais pela primeira vez em quase oito meses

Esta sexta-feira, os números mais elevados de infeções foram registados em Lisboa e Vale do Tejo, com 188 testes positivos, igual registo ao de ontem, elevando o acumulado no entorno da capital para 314188 infetados desde o início da pandemia, dos quais resultaram 7179 óbitos, o número mais alto de vítimas por região.

Num dia com duas vítimas mortais, ambas na RN, a região de Lisboa e Vale do Tejo não reportou qualquer óbito, o que acontece pela primeira vez desde 30 de agosto, há quase oito meses.

No centro foram reportados 73 casos positivos, uma subida relativamente aos 66 de quarta-feira, com o total a ascender, agora, a 117995 casos de covid-19 desde o início da pandemia (3004 óbitos).

A sul do Tejo registaram-se quebras nos totais de infetados tanto no Alentejo como no Algarve. Na zona das vastas planícies, o total de casos subiu para 29486, já contabilizando os 21 positivos desta quinta-feira, metade dos 43 de quarta, enquanto no extremo sul de Portugal foram reportados 32 positivos, cerca de metade dos 66 de ontem, contribuindo para um total de 21278 infeções desde o início da pandemia.

Nas ilhas, a quinta-feira também mostra uma quebra nos casos diários, em comparação com quarta-feira: Os Açores reportaram 16 infeções, menos sete do que ontem, enquanto a Madeira registou 15, menos de metade das 33 da véspera.

No total, 4436 pessoas foram infetadas com o vírus em terras açorianas, das quais resultaram 29 óbitos, e 8919 padeceram da doença nas ilhas madeirenses (68 mortes) desde o início da pandemia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG