Exclusivo Edição Impressa

Milionário português obrigado a fazer teste de paternidade no Brasil

Milionário português obrigado a fazer teste de paternidade no Brasil

A Justiça brasileira está a obrigar o quinto homem mais rico de Portugal a submeter-se a um teste de paternidade.

António Silva Rodrigues, comendador e dono do império Simoldes, de Oliveira de Azeméis, já faltou sete vezes a exames periciais de ADN, em dois processos judiciais.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui