Convenção

GNR identifica militantes do Chega por não usarem máscara

GNR identifica militantes do Chega por não usarem máscara

A organização da II Convenção do partido Chega, que está a decorrer na Quinta Nova da Degebe, em Évora, alertou os cerca de 500 participantes para a necessidade de usar máscara de proteção contra a covid-19 e respeitar o distanciamento social. A GNR identificou algumas pessoas.

Vários militantes do partido retiraram as suas máscaras durante os dois dias da Convenção Nacional do Chega, constatou o JN no local. No sábado à tarde, já eram poucos os participantes que usavam a proteção. E, este domingo, a conduta motivou um alerta da organização, para que os trabalhos pudessem continuar.

Trata-se de uma medida de "autocontrolo por parte do Partido", esclareceu a assessora de imprensa do Chega. "Estamos a pedir às pessoas que cumpram as regras da Direção-Geral da Saúde", acrescentou.

Questionado pelo JN sobre se a GNR realizou algum tipo de controlo no que diz respeito à utilização das máscaras junto dos militantes do partido, o tenente-coronel Hélder Barros, porta-voz da Guarda, confirmou que "está a decorrer uma ação de fiscalização no local da Convenção e que já foram identificadas pessoas pelo não uso de máscara e levantado o respetivo auto de contraordenação".

Outras Notícias