O Jogo ao Vivo

Nacional

Militar morre em exercício no curso de Comandos

Militar morre em exercício no curso de Comandos

Um militar natural da Ribeira Brava, na ilha da Madeira, morreu no domingo à noite devido a um "golpe de calor" depois de um treino do curso de Comandos, informou o Exército.

Hugo Abreu, que frequentava o 127.º curso de Comandos, sentiu-se "indisposto durante uma prova de tiro (tiro reativo)" tendo sido de imediato assistido pelo médico que acompanhava a instrução, que lhe diagnosticou "um golpe de calor", revela uma nota do Exército.

Por esse facto determinou a saída do militar da instrução e a sua transferência para a enfermaria de campanha, onde terá ficado em observação, segundo a mesma nota.

Como após o jantar a situação clínica do militar piorou, o médico optou pela sua retirada para um hospital, mas acabou por morrer após uma paragem cardiorrespiratória antes de chegar a ser transferido.

Segundo o "Diário de Notícias da Madeira", o militar tinha 20 anos e era natural da Ribeira Brava, na ilha da Madeira.

PUB

Segundo o Exército, houve ainda um outro militar que se sentiu indisposto na instrução técnica de combate (progressão no terreno), ao qual também foi diagnosticado com "golpe de calor" e retirado, numa primeira fase para a enfermaria de campanha, e mais tarde, cerca das 23.40 horas para o hospital do Barreiro.

O General Chefe do Estado-Maior do Exército ordenou já um inquérito para apurar as causas em que o "trágico acontecimento ocorreu", pode ler-se ainda na nota, que adianta também que a Polícia Judiciária militar já se encontra a tomar conta da ocorrência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG