Saúde

Ministério lamenta agressão a médica em Águeda e planeia medidas

Ministério lamenta agressão a médica em Águeda e planeia medidas

O ministério da Saúde lamenta a agressão a uma médica na Urgência do Hospital de Águeda, ocorrida na quinta-feira à noite, e promete medidas de segurança para breve.

Na sequência da agressão, o ministério da Saúde "reitera o seu repúdio por todas as formas de violência, verbal ou física, sobre os profissionais que se encontram ao serviço da população, lamentando profundamente esta situação".

Questionado sobre para quando o Gabinete de Segurança, anunciados recentemente pelos ministros da Saúde e da Administração Interna, o ministério da Saúde afirma que "está em processo de instalação e até ao final do mês a Direção-Geral de Saúde irá apresentar o plano com mais um conjunto de medidas para reforçar a segurança dos profissionais do SNS".