PSD

Montenegro tem votos de Pinto Luz na mira e quer debater com Rio

Montenegro tem votos de Pinto Luz na mira e quer debater com Rio

Luís Montenegro desafiou Rui Rio a aceitar "pelo menos um debate televisivo" durante a semana que precede a segunda volta das eleições do PSD (algo que Rio entretanto já recusou) e piscou o olho a Miguel Pinto Luz: "se eu for eleito líder, contarei com ele para os desafios políticos e partidários".

No discurso que fez este sábado depois de conhecidos os resultados, Montenegro, que alcançou 41,26% dos votos e obrigou Rui Rio a ir a uma segunda volta, disse que "foram mais os militantes que votaram na mudança do que na continuidade" e que "é por isso que teremos uma segunda volta". No entanto, garantiu que não vê Rio como "adversário", mas sim como "um militante de quem divirjo na estratégia a adotar para o futuro, mas que merece o meu maior respeito".

"O meu adversário é Costa e o PS"

Luís Montenegro disse depois que, até à segunda volta, a sua estratégia vai assentar em "três grandes preocupações: unidade, clarificação e ambição".

Unidade, afirmou, porque "a minha preocupação é ser um líder agregador. Se tiver a confiança dos militantes, faço questão de ter nas minhas listas pessoas que estiveram ao lado de Rio e Pinto Luz".

PUB

No capítulo da clarificação, esclareceu que o seu "verdadeiro adversário é António Costa e o PS". No entanto, acrescentou que a próxima semana de campanha servirá para que os militantes "escolham entre a estratégia de oposição firme que defendo como ponto de partida para construirmos uma alternativa forte, credível e mobilizadora face ao PS, ou o prosseguimento da estratégia de subalternidade que tivemos com a atual liderança até agora".

Finalmente, a ambição: "Hoje começa um futuro novo, e o futuro faz-se com ambição. Ambição de vencer eleições autárquicas e legislativas, ambição de governar Portugal com vontade de mudança e com espírito reformista, com o ressurgimento da alma e da chama de um PSD vencedor e com vocação maioritária. Um PSD humanista, personalista e inter-classista, que atraia os setores mais dinâmicos da sociedade portuguesa", concluiu Montenegro.

O candidato a líder do PSD garante que o partido está "vivo, motivado e preparado para o futuro". A segunda volta das eleições vai ser no próximo sábado, dia 18.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG