Aos 24 anos

Morreu Constança Braddell, a jovem com fibrose quística que lutou para viver

Morreu Constança Braddell, a jovem com fibrose quística que lutou para viver

Morreu Constança Braddell, a doente com fibrose quística cujo caso se tornou mediático, na sequência de um apelo dramático feito nas redes sociais a favor do acesso generalizado em Portugal a um tratamento inovador. A jovem de 24 anos estava internada em estado grave.

"É com grande tristeza que hoje, dia 11 de julho pouco depois das 14h, a nossa querida Constança nos deixou. A Constança viveu constantemente a sua vida com um admirável positivismo e entrega. Nunca tomou nada por garantido, apreciando cada momento da sua vida como se fosse o seu último", pode ler-se numa mensagem publicada no Instagram da jovem, plataforma a que recorreu em março, para contar a sua história.

Na altura, Constança Braddell fez um emocionado apelo à vida - "não quero morrer, quero viver" -, reclamando o acesso imediato ao medicamento Kaftrio, tido como inovador e o mais eficaz no tratamento da fibrose quística, doença de que sofria. A publicação tornou-se viral, gerando uma onda solidária gigante, e a jovem acabou por ter acesso, de forma excecional, ao medicamento, cujo acesso livre e generalizado aos doentes em Portugal ainda não está autorizado.

Constança Braddell estava hospitalizada nos cuidados intensivos desde finais de junho com "prognóstico incerto e extremamente reservado", fez saber a família no início deste mês. "O que está a suceder com Constança é inesperado e nunca antes ocorrido no seu panorama clínico", anunciaram, então, os familiares, agradecendo "o incrível e imensurável suporte emocional" que estava a ser dado à doente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG