1951-2018

Morreu João Semedo, antigo líder do Bloco de Esquerda

Morreu João Semedo, antigo líder do Bloco de Esquerda

O antigo coordenador do Bloco de Esquerda João Semedo morreu esta terça-feira, vítima de cancro, aos 67 anos.

João Semedo morreu na sequência de uma batalha contra o cancro na laringe travada ao longo dos últimos anos, adianta o Bloco de Esquerda, no site "Esquerda.net".

O antigo coordenador do Bloco de Esquerda teve uma vida dedicada à atividade política nacional e internacional, às artes e à medicina, tendo mesmo sido um dos autores da nova proposta de Lei de Bases da Saúde.

João Semedo, que nasceu em Lisboa, a 20 de junho de 1951, assumiu que teve a vida que escolheu e a vida que quis, numa entrevista ao jornal "Observador", em abril de 2017, onde assumia que preferia a política à medicina, porque a Política, disse na altura, trata "a sociedade mais do que as pessoas".

PUB

Membro da direção do movimento cívico "Direito a morrer com dignidade", João Semedo nasceu a 20 de junho de 1951, em Lisboa, cidade onde frequentou o Liceu Camões e onde se veio a licenciar, na Faculdade de Medicina de Lisboa, em 1975.

Depois de um longo percurso como médico e político, lançou em janeiro de 2018, em conjunto com António Arnaut, o livro "Salvar o SNS -- Uma nova lei de bases da Saúde para defender a democracia".

João Semedo fundou, em 2003, com outros ex-dirigentes do PCP, o Movimento da Renovação Comunista. No ano seguinte, aceitou o convite de Miguel Portas para integrar como independente as listas do Bloco para o Parlamento Europeu.

A aproximação ao Bloco de Esquerda prosseguiu com a participação de João Semedo nas listas às legislativas pelo Porto e acaba por se tornar deputado, substituindo João Teixeira Lopes, em março de 2006.

Semedo acabou por aderir ao Bloco de Esquerda em 2007 e protagonizou candidaturas autárquicas em Gondomar (enquanto independente em 2005), Gaia (2009) e Lisboa (2013).

Entre 2012 e 2014 dirigiu os rumos do Bloco de Esquerda em parceria com Catarina Martins, numa solução de liderança que mais tarde veio a ser abandonada pelo partido. Mais tarde, em 2015, renunciou ao cargo de deputado, devido à doença.

Em abril, João Semedo, médico e antigo coordenador do Bloco de Esquerda, tinha renunciado ao mandato de deputado na Assembleia Municipal do Porto. Em junho do ano passado, por motivos de saúde, o bloquista já renunciara a ser o cabeça de lista do BE à autarquia, cedendo o seu lugar ao sociólogo João Teixeira Lopes.

Outras Notícias