O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Municípios esperam apoios financeiros do Governo

Municípios esperam apoios financeiros do Governo

"Um ano depois das eleições autárquicas, os municípios portugueses vivem uma situação muito diferente da que tinham em 2021", afirmou Luísa Salgueiro ao JN, esperando que o Governo "olhe para as autarquias como olhou para as famílias e as empresas e que adote medidas que auxiliem a gestão municipal". Considerou ainda que a preparação do próximo Orçamento do Estado (OE) é também momento para garantir a "sustentabilidade das finanças" do poder local.

A presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) referiu os aumentos brutais que o poder local enfrenta. "Ainda não conseguimos estimar o volume exato do impacto na totalidade dos municípios, mas sabemos que há autarquias e empresas do setor local com aumentos de custos de eletricidade na ordem dos 650% e de gás em 1400%", destacou a socialista.

Diz que "é preciso encontrar rapidamente soluções que minimizem este constrangimento que pode vir a tornar-se incomportável para os orçamentos municipais". Dos problemas decorrentes da crise económica e financeira internacional, destaca igualmente o incumprimento dos contratos públicos, "em particular dos contratos de empreitadas de obras públicas".

"Na construção civil, o aumento de preços das matérias-primas, transportes e energia já obrigou à aprovação de um regime excecional de revisão de preços, mas este regime é só parte da solução porque o acréscimo resultante da revisão de preços tem que ser pago e, mais uma vez, pelos municípios", justifica a autarca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG