Covid-19

"Não existem suplementos ou superalimentos para combater o vírus"

"Não existem suplementos ou superalimentos para combater o vírus"

"Nesta altura, e importante desfazer alguns mitos", disse Alexandra Bento, bastonária da Ordem dos Nutricionista, na conferência de imprensa diária de balanço da situação da Covid-19 em Portugal.

​​​​​"Circulam na internet, alegadas soluções milagrosas para o reforço do sistema imunitário. Gostaria de deixar claro que não existem suplementos nem superalimentos capazes de prevenir ou até mesmo combater a Covid-19 através do reforço do sistema imunológico", explicou a bastonária da Ordem dos Nutricionistas.

"É verdade, que a alimentação equilibrada é fundamental para assegurar o adequado funcionamento do sistema imunitário", disse Alexandra Bento. "Mas deixem que vos dia, o sistema imunitário agradece que fiquem em casa e comam saudavelmente", acrescentou.

"Devemos privilegiar alimentos frescos, em detrimento de produtos com muito sal, muita gordura e muito açúcar", adiantou Alexandra Bento. "Os hortícolas e as frutas frescas, cruz ou cozinhados, devem constituir a base das refeições diárias", aconselhou a bastonária da Ordem dos Nutricionistas.

Apesar de não haver evidência de que os alimentos são um veículo de contaminação pelo coronavírus, Alexandra Bento sugere que se alinhe pelo princípio da precaução, aconselhando "o reforço das boas práticas de higiene e de segurança alimentar, quer durante a prepararão e confeção dos alimentos."

A DGS publicou recentemente um guia dedicado à alimentação em tempos de Covid-19, lembrou Alexandra Bento, apelando às pessoas para não açambarcarem alimentos, e revelando que a Ordem dos Nutricionista se disponibilizou para criar uma bolsa de nutricionistas que ajudem os lares de idosos na questão da alimentação dos utentes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG