Exclusivo

"Nas aldeias não há creches, escolas, nada"

"Nas aldeias não há creches, escolas, nada"

Marisa e Jorge moram em Torre de Moncorvo com os dois filhos. A mãe confessa a árdua tarefa que é viver no interior.

Ainda deleitada com o nascimento do segundo filho, Marisa Seixas, 29 anos, sabe que mais uma criança obriga a sacrifícios adicionais quando se vive numa aldeia do interior. Não se importa, está pronta para isso, porque sempre sonhou ter mais do que um filho. "Nunca quisemos ter apenas um e por isso decidimos ter o segundo. O mais velho já tem quatro anos e este era o momento", explica Marisa, funcionária num lar de idosos em Felgar, Torre de Moncorvo, o terceiro concelho do país que registou a maior perda de população (20,4%), segundo os dados do Censos 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG