Matemática

Negativas a Matemática não param de aumentar

Negativas a Matemática não param de aumentar

Mais "bons", mas também mais negativas. É este o saldo, divulgado, no sábado, pelo Ministério da Educação, das classificações dos alunos dos 4.º e 6.º anos nas provas de aferição de Língua Portuguesa e Matemática. No próximo ano, podem ser exames e contar para nota.

A realização de exames no final de cada ciclo de ensino e consequente transformação das provas de aferição, realizadas nos 4.º e 6.º anos, constava dos programas eleitorais do PSD e CDS-PP. A mudança foi, aliás, durante anos defendida pelo novo ministro da Educação, Ensino Superior e Ciência, Nuno Crato, que toma posse terça-feira. Analisar os resultados destes testes de aferição será, assim, uma das primeiras tarefas do novo responsável pela pasta, que sempre manifestou posições muito críticas em relação espcialmente ao ensino da Matemática, a cuja Sociedade Portuguesa presidiu até há pouco tempo.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.