Alimentação

Negócio da comida vegetariana aumenta nos supermercados

Negócio da comida vegetariana aumenta nos supermercados

Estima-se que mais de 750 mil portugueses têm uma alimentação baseada em vegetais. A janela de mercado abriu-se e os supermercados estão a carregar no acelerador e a aumentar as áreas com produtos vegetarianos e vegan.

Nos últimos dois anos, a cadeia Auchan diz que a procura por estes produtos aumentou 20%. Nos supermercados Continente, mais de 25% das vendas da área Bio&Saudável é graças à oferta vegetariana.

Há precisamente um ano, a revista "The Economist" previa que 2019 seria "o ano do veganismo". Talvez tenha sido. No final do ano, a Lantern, consultora que fez um retrato sobre o vegetarianismo em Portugal, já estimava em 764 mil os portugueses "veggie". Significa que 9% da população é vegetariana (não come carne nem peixe), vegan (não consome nada de origem animal) ou flexitariana (come carne e peixe às vezes).

Os supermercados não passam ao lado do fenómeno e o número de produtos vegetarianos e vegan nas prateleiras cresce a olhos vistos.

Ler mais na versão impressa ou no epaper

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG