Exclusivo

Negócios à volta das escolas animados com regresso de alunos

Negócios à volta das escolas animados com regresso de alunos

Estabelecimentos comerciais vizinhos das unidades escolares esperam reanimar a atividade com o regresso em força do ensino presencial.

Para muitos comerciantes, as moratórias estão a chegar ao fim e o regresso à escola, a partir desta semana, de mais de um milhão de estudantes é uma lufada de esperança para um dos setores mais penalizados pela pandemia. No Porto renovam-se stocks em papelarias e nas confeitarias localizadas junto aos estabelecimentos escolares preparam-se menus especiais. Muitos dos lojistas não conseguem explicar como sobreviveram a uma quebra nas receitas de mais de 80%.

Na Cafetaria Rainha Dona Amélia, Tânia Castro volta a colocar na montra a placa com o menu especial para os estudantes que a partir da próxima segunda-feira regressam à vizinha Escola Secundária Aurélia de Sousa. "Foram meses muito complicados, nem sei como consegui manter a porta aberta, pois vivemos muito dos alunos, auxiliares e professores. E depois são as saudades porque acabamos por criar relações de amizade com eles", diz Tânia, a tentar disfarçar o olhar turbado pela emoção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG