Conferência JN

"Norte é farol para monetizar o mar", diz secretário-geral do Fórum Oceano

"Norte é farol para monetizar o mar", diz secretário-geral do Fórum Oceano

Secretário-geral do Fórum Oceano explicou como região lidera na produção de energias renováveis e tecnologias de aplicação marinha indispensáveis para uma nova economia azul.

No desafio de fazer dinheiro com o mar e ganhar a batalha da sustentabilidade que se impõe devido às alterações climáticas, "o Norte é uma espécie de farol", classificou Ruben Eiras, o secretário-geral do Fórum do Mar.

O "keynote speaker" da Conferência "Mar, Porta para o Futuro" explicou a estratégia para monetizar o mar, de uma forma sustentável, capaz de criar riqueza e gerar emprego, defendendo os ecossistemas.

PUB

"Descentralizar, descarbonizar e circularizar", resumiu Ruben Eiras, ilustrando como a existência de informação em tempo real permite "gerir processos e encontrar desperdícios ou perdas", que se traduzem em maior eficiência e mais capital, sem beliscar os lucros que os negócios exigem.

"Há oportunidades de mercado de que precisamos como de pão para a boca: o que denominamos Deep Tech para observação oceânica, que permite a monitorização do mar em tempo real", alertou, referenciando instituições do Norte como o INESC TEC, o CEiia ou a UpTech. "As energias renováveis oceânicas, eólicas, em terra ou no mar, como a plataforma de Viana do Castelo, ou a energia das ondas, como está a desenvolver a Administração dos Portos do Douro e Leixões", acrescentou Ruben Eiras, que somou o turismo azul, a alimentação (aquacultura e pescas) e os recifes artificiais para restauro dos ecossistemas marinhos à lista das oportunidades a aproveitar.

Financiamento, assegurou, "não falta, é preciso fazer combinar fontes de financiamento públicas e privadas". Só em fundos privados, contabilizou, "existem dois mil milhões de euros para investir".

Ao Fórum Oceano cabe, agora, "criar um ecossistema de inovação articulado com os investidores", que inclui gerir a rede Hub Azul, para a qual terá ainda de encontrar um modelo de negócio sustentável, e a rede Blue Hub School. "No segundo semestre deste ano, vamos relançar o Blue Hub Accelerator, por isso estejam atentos", rematou.

A Conferência "Mar, Porta para o Futuro" está a decorrer no Terminal de Cruzeiros de Matosinhos, durante a manhã desta quinta-feira, integrada nas comemorações do 134º aniversário do "Jornal de Notícias", no Terminal de Cruzeiros de Matosinhos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG