1.º ciclo

Nova aplicação ajuda alunos a aprender matemática

Nova aplicação ajuda alunos a aprender matemática

Duas ex-alunas da Universidade Portucalense criaram uma aplicação móvel para auxiliar alunos do 1.º ciclo no estudo da matemática, através de um jogo.

Teresa Fernandes e Isabel Oliveira, antigas estudantes de Informática da Universidade Portucalense (UPT), resolveram aproveitar a "apetência que as crianças demonstram pelas novas tecnologias e pelos videojogos" para combater as dificuldades no estudo da matemática.

A aplicação Play Kachi "consiste na aventura de Kachi e seu amigo Doei que, perdidos na galáxia do fogo, danificam o reator da sua nave tendo de percorrer cinco planetas para conseguirem voltar a casa", explicaram à agência Lusa as responsáveis pelo projeto.

Nos diferentes desafios, em cada planeta, é abordado um tópico do programa de matemática, incluindo matérias como a geometria, a estatística, os números naturais, racionais, as medidas e as operações.

A ideia para a criação da ferramenta, proveniente da "experiência pessoal e profissional nas áreas da educação e formação" das promotoras, surgiu em 2007/2008. No entanto, só em 2014 conseguiram avançar com o projeto, depois de participarem no concurso nacional de empreendedorismo "Acredita Portugal", onde chegaram à meia-final, entre 14 000 iniciativas.

A escolha para o nome deveu-se ao facto de se "pronunciar facilmente" em diferentes línguas e ao desejo que as criadoras sentem de internacionalizar a ferramenta.

Kachi em japonês significa "aventureiro, o que está em sintonia com o enredo da história do jogo", explicaram.

Com esta ferramenta, as criadoras pretendem "demonstrar aos mais jovens que o estudo e diversão podem andar de mãos dadas", promovendo "a autonomia do aluno e a interação com a família através de uma experiência partilhada".

Brevemente, planeiam inserir na aplicação os conteúdos do 2.º ciclo de matemática e alargar para as disciplinas de estudo do meio, geografia e história e português.

Outro dos objetivos é lançar a aplicação em alguns países lusófonos, como é o caso do Brasil, de Angola, de Moçambique e de Cabo Verde, bem como fazer a tradução dos conteúdos para inglês, espanhol e francês.

A apresentação da Play Kachi, aplicação gratuita e disponível para os sistemas operativos iOS e Android, realiza-se na quinta-feira, pelas 18 horas, no auditório 201 da Universidade Portucalense.