Exclusivo

Nova lotaria do património gera críticas e medo do impacto social

Nova lotaria do património gera críticas e medo do impacto social

Governo quer usar dinheiro para obras de reabilitação. Santa Casa nega que seja problema social.

O Governo quer lançar no próximo mês a "Raspadinha do Património" e usar o lucro para o Fundo de Salvaguarda do Património Cultural, mas a ideia está a gerar polémica por causa dos efeitos sociais adversos que poderá ter.

Segundo os dados da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, mais de 75% dos jogadores de raspadinhas pertencem às classes sociais "baixa" e "média-baixa", o que tem motivado críticas. "Se calhar havia outras formas de ganhar dinheiro. Aquilo que vai contra a raspadinha é o facto de serem os mais vulneráveis a contribuir para o património", assinala Pedro Hubert, do Instituto de Apoio ao Jogador.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG