Pandemia

Nova subida de internados em dia com 44 mortes por covid-19

Nova subida de internados em dia com 44 mortes por covid-19

Portugal registou 44 mortes e 32758 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas.

A Direção-Geral da Saúde contabilizou 32758 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, período no qual morreram 44 pessoas. Estes dados elevam para 19613 o total de óbitos registados em Portugal desde o início da pandemia, que infetou 2 254 483 pessoas desde que foi detetada pela primeira vez em território nacional, a 2 de março de 2020.

Em relação à última segunda-feira, estes dados representam uma subida de 10841 novas infeções - na semana passada, foram registados 21917 novos casos. Já os óbitos subiram de 31 para 44. Por sua vez, se formos comparar o dia de hoje com 24 de janeiro de 2021, há mais casos, mas o número de mortes é bastante inferior. Há um ano, foram registados 11721 novos casos e 275 mortes.

Esta segunda-feira, há ainda a assinalar um aumento do número de casos ativos - mais 19839, num total de 509 628 - e o aumento dos contactos em vigilância - mais 22236, num total de 501 119. O boletim indica ainda que há mais 12875 recuperados, num total de 1 725 342.

Norte com quase metade das novas infeções

PUB

Quase metade dos novos casos foi registada na região Norte, com 15920 novos casos (48,6% das infeções desta segunda-feira). Segue-se Lisboa e Vale do Tejo (9574), Centro (4003), Madeira (968), Algarve (889), Alentejo (666) e Açores (638).

Relativamente às mortes, 16 foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, 12 no Norte, nove no Centro, três no Algarve, duas no Alentejo e outras duas na Madeira. As vítimas mortais continuam a ser, na sua maioria, idosos com mais de 80 anos: nove homens e 21 mulheres. As restantes vítimas mortais são dois homens e uma mulher com idades entre os 50 e 59 anos, dois homens e duas mulheres na faixa etária seguinte e cinco homens e duas mulheres com idades entre os 70 e os 79 anos.

Internamentos continuam a aumentar

Depois de terem sido internados, no domingo, quase 200 pessoas, hoje há, nos hospitais, mais 129 internados. Do total de 2348 pessoas acamadas, 172 são doentes considerados graves, mais 12 do que no domingo. Na segunda-feira passada, tinham sido internadas mais 125 pessoas (um número semelhante ao de hoje) e havia mais seis doentes graves, metade do registado no boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira.

Em dia de atualização da matriz de risco, a incidência subiu de 4731,3 para 5322,6 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, a nível nacional, de sexta-feira para hoje. Descontando as ilhas, a subida foi de 4674,0 para 5262,8. O índice de transmissão, o R(t) subiu de 1,10 para 1,15, tanto a nível nacional como a nível continental.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG