Exclusivo

Novo remédio aumenta custos de tratamento de doentes com sida

Novo remédio aumenta custos de tratamento de doentes com sida

Nos primeiros quatro meses de 2020, os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) gastaram 65 milhões de euros para tratar a infeção por VIH/sida.

A introdução de um novo medicamento e mais doentes em tratamento explicam o aumento de 2,9 milhões de euros em relação ao mesmo período de 2019. De janeiro a abril do ano passado, o custo destes fármacos tinha registado uma quebra significativa em relação a 2018, superior a dez milhões de euros.

Estes números fazem parte do balanço da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), sobre a utilização de medicamentos hospitalares, que aponta para uma despesa de 460,2 milhões de euros, tratando-se de um aumento de 3,7% (mais 16,4 milhões) em relação período homólogo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG