Premium

Nunca houve tantos fumadores a querer deixar o vício

Nunca houve tantos fumadores a querer deixar o vício

Nunca houve tantos portugueses a procurarem ajuda médica para deixar de fumar. Em oito anos, (2010/2018) o número de primeiras consultas triplicou e cresceu o consumo de medicamentos para tentar acabar com o vício.

Este domingo, assinala-se o Dia Nacional do Não Fumador. Os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde (DGS) mostram que em 2010 foram efetuadas 4917 primeiras consultas de apoio intensivo à cessação tabágica; oito anos depois, este número subiu para 13 010 (subiu 164%).

O número total de consultas e o dos locais onde estas se realizam também registaram um crescimento. As consultas aumentaram de 19 620 para 44 138, uma subida de 124%. E os dados provisórios do primeiro semestre de 2019 apontam para uma estabilização da quantidade. Já os locais de consulta passaram de 181 em 2010 para 221 em 2018, revelam os números do relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo (PNPCT), divulgado este domingo.