Lisboa

O "bebé-milagre" de uma mãe em coma com covid-19

O "bebé-milagre" de uma mãe em coma com covid-19

Uma mulher infetada com covid-19, e em coma, deu à luz um bebé prematuro de 29 semanas, no Hospital da Santa Maria, em Lisboa. Aconteceu em novembro, mas o caso só agora foi divulgado, quando mãe e bebé, já regressaram a casa de boa saúde. Esta é uma das situações mais extraordinárias associadas à pandemia.

Elizangela, a mulher de 31 anos, grávida de 27 semanas, teve de ser internada nos cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria no início de novembro de 2020. Em situação crítica, com os pulmões num estado muito grave, "teve de ser colocada em ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorporal, uma técnica de suporte vital de fim de linha) pouco tempo depois, para manter os seus níveis de oxigénio e os do bebé", explica-se na página de Facebook do Centro Hospitalar de Lisboa Norte.

Na mesma, acrescenta-se que a meio de novembro, com apenas 29 semanas de gestação, o agravamento do seu estado de saúde levou as equipas do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte a avançarem para um procedimento de que não havia registos em termos mundiais: uma cesariana de um prematuro com uma grávida covid ligada a ECMO.

A operação decorreu no bloco de ginecologia, adaptado para esta fase de pandemia, e o plano resultou num enorme sucesso. O bebé, apesar de prematuro, nasceu com cerca de um quilo. Já a mãe , apesar de ter passado os últimos dias de gestação em estado grave, e com prognóstico "muito incerto", segundo os médicos do Hospital de Santa Maria, ficou bem e sem sequelas, ao cuidado do Serviço de Neonatologia.

A 7 de dezembro, Elizangela saiu dos cuidados intensivos, depois de uma recuperação que os especialistas que a acompanharam classificam de "espantosa". Dez dias depois, teve alta da Medicina II F e já pôde passar o Natal em casa, mas ainda sem o filho.

Agora, há menos de uma semana, o bebé teve também alta do Hospital de Santa Maria, onde vai continuar a ser acompanhado regularmente pela Neonatologia. A família está em casa, feliz como nunca, e com uma história de verdadeiro "milagre" em tempos de covid-19.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG