Premium

O terceiro período de quem só teve escola por Correio

O terceiro período de quem só teve escola por Correio

Estudar em casa não tem sido tarefa fácil para David Correia, aluno do 8.º ano na Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos de Izeda, uma vila a cerca de 20 minutos de Bragança.

Aos 16 anos, o jovem anda pouco entusiasmado com o ensino. Não o esconde. "Gosto pouco da escola", admite o aluno, que é empurrado para a aprendizagem pela mãe. "Gostava que ele estudasse, mas não tem interesse. Não consigo motivá-lo", confessa Maria Beatriz Bernardo.

Se o desinteresse pela escola já tem anos no caso de David, o problema agravou-se com o estudo em casa e a distância dos docentes. O jovem vai fazendo a custo os trabalhos que, durante várias semanas, a diretora do Agrupamento Abade de Baçal lhe enviou pelo Correio, e só graças à insistência da mãe.

Outras Notícias