Covid-19

Odemira e Vila Franca do Campo com maior taxa de incidência

Odemira e Vila Franca do Campo com maior taxa de incidência

Os concelhos de Odemira e de Vila Franca do Campo têm mais de 960 novos casos de covid-19 por 100 mil habitantes. Acima dos 480 estão os municípios de Aljezur, Machico, Nordeste e Resende. Nos concelhos onde o desconfinamento parou ou recuou, há evoluções distintas.

No espaço de uma semana manteve-se o número de dois concelhos com uma incidência superior a 960 novos casos de infeção por 100 mil habitantes. Vila Franca do Campo (1357), na Região Autónoma dos Açores, que já nos dados anteriores se encontrava neste patamar, e Odemira (991), no Alentejo.

A avaliação revelada esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, respeitante aos 14 dias entre 7 e 20 de abril, mostra que houve uma troca de posições. O concelho de Odemira, que estava no patamar acima dos 480 casos, passou para o dos 960. O município de Nordeste (576), na Região Autónoma dos Açores, que há sete dias estava com mais de 960 casos, desceu para o grupo dos concelhos com 480 ou mais novos diagnósticos de covid-19.

Neste grupo estão também os concelhos de Aljezur (501), Machico (546) e Resende (572). No total são quatro, mais um do que na semana passada.

Já com mais de 240 novos casos estão sete municípios, Cabeceiras de Basto (326), Cinfães (247), Lagoa, na Região autónoma dos Açores (319), Penela (278) Portimão (306), Porto Moniz (299) e Ribeira Grande (317).

PUB

Acima dos 120 casos, a linha vermelha que dita o avanço no desconfinamento, estão 30 municípios.

E os concelhos sob aviso?

De destacar que os concelhos de Moura, Odemira, Portimão e Rio Maior, que recuaram para a primeira fase nas medidas de desconfinamento, a 19 de abril, tiveram uma evolução diferente. Em Odemira as infeções subiram e em Portimão desceram de 381 novos casos para 306, o que não foi suficiente para descer de patamar. Já Rio Maior (137) e Moura (153) baixaram para o nível dos concelhos acima dos 120 casos.

Quanto aos seis municípios que não puderam avançar na reabertura e permaneceram na fase dois, a evolução também foi distinta. No Alandroal, a descida foi mais acentuada. Passou numa semana de 361 novas infeções para 60. Albufeira baixou de 226 casos para 159 mas permanece no patamar dos 120 novos casos por 100 mil habitantes. Tal como Carregal do Sal, que permanece no mesmo nível, mas desceu de 227 para 162.

A Figueira da Foz foi o único concelho deste grupo que registou um aumento de casos. Passou de 145 para 153 e continua no patamar das 120 ou mais infeções. Marinha Grande passou de 182 para 140 (descendo do patamar dos 240 para 120 casos) e Penela diminui de 334 para 278, mas permanece no grupo dos municípios com 240 ou mais casos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG