Trauma

Oito queixas por mês de homens vítimas de violência sexual

Oito queixas por mês de homens vítimas de violência sexual

Têm entre os 30 e os 40 anos de idade e procuram apoio pela primeira vez, 20 a 30 anos após o abuso que normalmente acontece de forma continuada, durante a infância ou a pré-adolescência.

Este é o perfil dos 251 homens vítimas de violência sexual que recorreram aos serviços da associação Quebrar o Silêncio desde que foi fundada em 2017. O número de pedidos de ajuda não pára de crescer e, só durante o ano passado, chegaram ali, em média, oito novos casos por mês.

A associação, que hoje celebra o terceiro aniversário, foi criada para colmatar a necessidade de dar uma resposta especializada para que aqueles homens possam ultrapassar as consequências e o impacto gerados pelo trauma da violência sexual.

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG