Alerta

OMS diz que é raro pessoas sem sintomas transmitirem o coronavírus

OMS diz que é raro pessoas sem sintomas transmitirem o coronavírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, que "é muito raro" o risco de contágio por doentes de covid-19 sem sintomas. Especialistas portugueses dizem contudo que há evidências em contrário.

Foi a própria Organização Mundial de Saúde (OMS) quem o disse, numa conferência de Imprensa. "Pelos dados que temos, parece ser raro alguém sem sintomas poder passar o vírus a outra pessoa", afirmou Maria Van Kelkhove, líder da área de doenças emergentes da OMS. Embora ressalvando que é possível alguém sem sintomas aparentes poder transmitir a doença, a responsável afirmou que não são essas pessoas que estão a ser os principais agentes de transmissão, a nível mundial.

Maria Van Kelkhove sublinhou que é preciso mais informação para "verdadeiramente responder a esta questão". "Mas temos vários relatórios vindos de países que estão a fazer um trabalho muito detalhado no seguimento dos contactos; estão a seguir os contactos e não estão a encontrar muita transmissão secundária por pessoas sem sintomas que, ainda assim, testam positivo ao novo coronavírus. É muito raro isso acontecer", revelou a responsável da OMS.

Por isso, Maria Van Kerkhove defende que os esforços das autoridades de saúde devem ir, principalmente, no sentido de isolar indivíduos com sintomas e detetar os seus contactos próximos.

Contudo, especialistas portugueses como Ricardo Mexia, médico de Saúde Pública do Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, avisam que, em Portugal, há evidências em contrário.

"De facto, os últimos dados apontam no sentido de ter havido alguma transmissão. Está documentado", garantiu, ao JN, Ricardo Mexia, ressalvando apenas que a transmissão por doentes assintomáticos não é, contudo, "a via mais provável". "Mas temos que assumir que é possível. Temos alguns casos que não se conseguem explicar por outra via", vincou o especialista.

Outras Notícias