Covid-19

Os 26 concelhos do Norte com incidência superior a 1920

Os 26 concelhos do Norte com incidência superior a 1920

Vinte e seis dos 85 concelhos tutelados pela Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) registaram uma taxa de incidência superior a 1920 novos casos de SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, revela um relatório esta segunda-feira.

O documento da ARS-N, a que a Lusa teve acesso esta segunda-feira, reporta a evolução da situação epidemiológica entre o dia 10 de janeiro e sexta-feira.

Naqueles 14 dias, 26 concelhos da ARS-N registaram uma taxa de incidência superior a 1920 novos casos por 100 mil habitantes, mais do dobro dos 960 casos por 100 mil habitantes estipulado pelas autoridades sanitárias para colocar um concelho em risco "extremamente elevado" de contágio.

Dos 26 concelhos, oito pertencem ao distrito de Viseu [onde a ARS-N abrange 10 municípios]: Armamar, Lamego, Moimenta da Beira, Penedono, Resende, São João da Pesqueira, Sernancelhe e Tarouca.

O concelho de Penedono é o que apresenta a maior taxa de incidência: 7526 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Seguem-se os concelhos de Sernancelhe e São João da Pesqueira, também no distrito de Viseu, com uma taxa de incidência de 5059 e 4715 novos casos por 100 mil habitantes, respetivamente.

PUB

Sete dos 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo também registaram uma taxa de incidência superior a 1.920 novos casos: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Valença.

Os concelhos de Alfandega da Fé, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor e Vinhais (no distrito de Bragança) e de Boticas e Ribeira de Pena (no distrito de Vila Real) também acompanharam esta tendência da taxa de incidência.

Vale de Cambra (no distrito de Aveiro, onde a ARS-N abrange sete concelhos), Barcelos e Vieira do Minho (distrito de Braga) e Póvoa de Varzim (distrito do Porto) também registaram taxas de incidência superiores a 1.920 novos casos.

No mesmo período, 48 concelhos contabilizaram taxas de incidência entre os 960 e 1920 novos casos de infeção por 100 mil habitantes.

Dez concelhos tiveram entre 480 e 960 novos casos.

O concelho de Vimioso, em Bragança, é o único dos 85 abrangidos pela ARS-N que contabiliza uma taxa de incidência inferior a 480 novos casos por 100 mil habitantes.

O relatório indica ainda que nos últimos 15 dias, os distritos de Aveiro, Bragança, Braga, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu contabilizaram um decréscimo do número de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2, sendo que Braga foi o que contabilizou a maior redução: 28%.

O distrito de Viana do Castelo registou menos 25% de novos casos e o distrito do Porto menos 23%.

O distrito de Vila Real contabilizou menos 22% de novas infeções pelo novo coronavírus e o de Bragança menos 13%.

O distrito de Viseu e o de Aveiro contabilizaram menos 17% de novos casos de infeção.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.757 pessoas dos 726.321 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG