Exclusivo

Os cinco amigos que entraram em Medicina com médias acima de 19

Os cinco amigos que entraram em Medicina com médias acima de 19

Alguns mantêm-se juntos desde o infantário, outros só se encontraram no 12.º ano, frequentando a mesma turma da Escola Secundária de Penafiel. Agora seguem juntos com o mesmo objetivo: ser médicos. Entraram todos em Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) no Porto.

Nem todos sonharam com este curso desde sempre. Houve quem hesitasse e se informasse sobre outras áreas e houve quem tenha acalentado a ideia desde o 8.º ano. Alice Lopes (20 valores de média), Filipa Meireles (19,22), João Gonçalves (19,37), Juliana Correia (19,12), e Patrícia Ferreira (19,55) têm 18 anos e são naturais de Penafiel. Resultados conseguidos com "esforço e trabalho" e sem abdicar de outras atividades. Quando se formarem serão os primeiros médicos nas famílias.

Além de estarem na mesma turma, a maioria destes jovens frequentava a mesma academia de estudos, para se prepararem para o exame de Matemática, e trocavam ideias e dúvidas. "Mais para o fim já sabíamos que todos queríamos entrar no ICBAS, em Medicina, e já comentávamos: "vamos a ver se entramos todos"", contam. A escolha recaiu sobre este instituto devido à qualidade do ensino e noção de que ali existe "entreajuda e cooperação" entre alunos, mais do que competição, afirmam os jovens. No ensino superior estão em turmas diferentes, mas têm ido juntos às atividades académicas. "E tencionamos estudar em conjunto nas horas livres, para ser mais enriquecedor", adiantam.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG