Covid-19

Os concelhos que travam, recuam e avançam no desconfinamento

Os concelhos que travam, recuam e avançam no desconfinamento

Ao contrário do que estava previsto, nenhum concelho do país deverá avançar para a próxima fase do plano de desconfinamento, na próxima semana. Há três municípios que permanecem com as mesmas regras, sete que recuam e quatro que recuperam o nível da generalidade do país.

Segundo explicou a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na habitual conferência de imprensa de avaliação epidemiológica do país, há, neste momento, dez concelhos em situação diferente da do resto do país. Veja quais são.

Concelhos que continuam na fase de 1 de maio:

Braga

Lisboa

Odemira

Municípios que recuam para a fase de 1 de maio:

PUB

Albufeira

Arruda dos Vinhos

Cascais

Loulé

Sertã

Sintra

• Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
• Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22.30 (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);
• Espetáculos culturais até às 22.30;
• Casamentos e batizados com 50% da lotação;
• Comércio a retalho alimentar e não alimentar até às 21 horas;
• Permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público;
• Permissão de prática de atividade física ao ar livre e em ginásios;
• Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direção -Geral da Saúde (DGS);
• Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

O concelho de Sesimbra, pela segunda vez consecutiva com uma taxa de incidência superior a 240 casos por cem mil habitantes, estará num nível de "maior restrição", nomeadamente com o encerramento da restauração e dos estabelecimentos às 15.30 durante o fim de semana.

As regras em vigor neste concelho:

• Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
• Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22.30 durante a semana e até às 15.30 ao fim de semana e feriados (no interior, com um máximo de 4 pessoas por grupo; em esplanada, 6 pessoas por grupo);
• Espetáculos culturais até às 22.30;
• Casamentos e batizados com 25 % da lotação;
• Comércio a retalho alimentar até às 21 horas durante a semana e até às 19 horas ao fim de semana e feriados;
• Comércio a retalho não alimentar até às 21 horas durante a semana e até às 15.30 ao fim de semana e feriados;
• Permissão de prática de modalidades desportivas de médio risco, sem público;
• Permissão de prática de atividade física ao ar livre até seis pessoas e ginásios sem aulas de grupo;
• Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela DGS;
• Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

Concelhos que avançam para a fase de 14 de junho (da generalidade do país)

Alcanena

Paredes de Coura

Santarém

Vale de Cambra

Municípios em alerta

Há 20 concelhos, maioritariamente localizados na Área Metropolitana de Lisboa, que estão hoje em situação de alerta: com mais de 120 casos por 100 mil habitantes ou nas zonas de baixa densidade mais de 240 casos por 100 mil habitantes.

Alcochete

Águeda

Almada

Amadora

Barreiro

Grândola

Lagos

Loures

Mafra

Moita

Montijo

Odivelas

Oeiras

Palmela

Sardoal

Seixal

Setúbal

Sines

Sobral de Monte Agraço

Vila Franca de Xira

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG