O Jogo ao Vivo

Política

PAN não quer "monólogo" do Governo nas negociações para Orçamento do Estado

PAN não quer "monólogo" do Governo nas negociações para Orçamento do Estado

Partido quer diálogo e relação de confiança para negociar Orçamento do Estado de 2022.

As futuras negociações do Orçamento do Estado (OE) para 2022 ocuparam parte do primeiro dia das jornadas parlamentares do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), que começaram hoje e terminam esta terça-feira, com visitas na zona de Leiria. O partido já pensa na próxima legislatura e avisa que está preparado para negociar e não para assistir a um "monólogo".

"Só faz sentido o diálogo com o Governo quando este diálogo não é um monólogo e quando há uma relação de confiança e de compromisso de ambas as partes", disse Bebiana Cunha, um dos rostos do PAN na Assembleia da República.

O partido pretende fazer o "ponto de situação da execução dos compromissos orçamentais" numa "série de reuniões" com o Executivo, o que poderá ser um prenúncio das negociações para o OE.

Direitos LGBTI nas escolas

A deputada do PAN anunciou esta segunda-feira que o partido vai dar entrada esta semana de um projeto-lei no Parlamento pela "defesa do direito à autodeterminação de género e à proteção das pessoas LGBTI em contexto escolar".

PUB

Bebiana Cunha explica que, após o "chumbo" do Tribunal Constitucional (TC), o diploma prevê que possam ser os deputados a regulamentar medidas "que promovam o exercício do direito à autodeterminação da identidade de género, da expressão de género, do direito à proteção das características sexuais das pessoas" na educação.

A 29 de junho, o TC "chumbou" a regulação pelo Governo da autodeterminação da identidade de género nas escolas, por considerar que é da competência exclusiva da Assembleia da República.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG