Exclusivo

Pandemia atrasa contratação de médicos de família

Pandemia atrasa contratação de médicos de família

Em março, havia 867 mil utentes inscritos nos centros de saúde sem clínico geral. Governo quer recrutar 935 especialistas em Medicina Geral e Familiar

A presente emergência sanitária ditou o adiamento do exame final de internato médico, protelando a abertura do concurso de recrutamento de recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar (MGF). Num ano em que se prevê um pico de aposentações, com o Governo a querer contratar 935 médicos de família. Em março, 867 mil utentes não tinham clínico geral.

A avaliação final da formação médica especializada decorre entre fevereiro e março, mas, neste ano, realizou-se em abril. Um adiamento excecional que decorre da pandemia, à qual foram "chamados os médicos internos, nomeadamente os que se encontram a frequentar o último ano de especialidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG