Pandemia

Parlamento suspende cortes de água, luz e gás

Parlamento suspende cortes de água, luz e gás

O Parlamento aprovou esta quarta-feira a proibição dos cortes de água, luz e gás durante a pandemia de Covid-19. O PSD foi o único partido a votar tanto contra a proposta do BE como contra a do PCP.

Ambos os diplomas dependiam da posição do PS, partido que se revelou assim decisivo para os viabilizar. O texto do BE foi aprovado com os votos contra de PSD e Iniciativa Liberal (IL); já no do PCP, o PSD votou contra e a IL e o Chega abstiveram-se.

A iniciativa dos bloquistas instava o Parlamento a adotar "medidas de emergência para responder à crise social" provocada pela Covid-19. A do PCP ia no mesmo sentido, tendo os comunistas sublinhado a importância da "proibição da interrupção de determinados serviços essenciais".

Os dois documentos propunham o fim dos cortes de água, luz, gás e telecomunicações durante o período em que o estado de emergência estiver em vigor. As empresas dos setores respetivos passam a estar, por isso, impedidas de suspender esses serviços mesmo em caso de incumprimento do pagamento.

Outras Notícias