Aeroporto

Passageiros retidos duas horas em avião no Porto devido a suspeita de coronavírus

Passageiros retidos duas horas em avião no Porto devido a suspeita de coronavírus

Os passageiros de um avião da TAP que regressava de Milão, na Itália, ficaram retidos duas horas no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. A espera deveu-se a um caso suspeito de coronavírus de uma jovem espanhola.

A jovem espanhola, de 22 anos, viajava de Milão-Malpensa para o Porto, de acordo com o Porto Canal. Contactada pelo JN, a DGS diz não conseguir confirmar de que este caso suspeito é o mesmo que está internado no Hospital São João, no Porto.

Uma mulher proveniente de Milão, na Itália, foi esta quarta-feira encaminhada para o Hospital de S. João, no Porto, por suspeita de infeção por novo Coronavírus, anunciou a Direção-Geral da Saúde. O caso foi validado pela DGS após avaliação clínica e epidemiológica, refere a autoridade de saúde em comunicado.

A mulher está internada no Hospital de São João, que integra o Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) e é um dos hospitais de referência para estas situações.

"A doente fica internada e serão realizadas colheitas de amostras biológicas para análise pelo CHUSJ", adianta a DGS.

Trata-se do 18.º caso suspeito de infeção por Covid-19 em Portugal. Todos os outros tiveram resultados de análises negativos.

O único caso conhecido de um português infetado pelo novo vírus é o de um tripulante de um navio de cruzeiros que foi internado num hospital da cidade japonesa de Okazaki, situada a cerca de 300 quilómetros a sudoeste de Tóquio.