PSD

Passos Coelho aceita com "normalidade" falta de "preferência" de Ferreira Leite

Passos Coelho aceita com "normalidade" falta de "preferência" de Ferreira Leite

O candidato à liderança do PSD Pedro Passos Coelho admitiu hoje que encara "com normalidade" o facto de a actual líder do partido não ter "nenhuma preferência" pela sua candidatura.

"Eu fui concorrente da Dr.ª Ferreira Leite há dois anos e é manifesto, e tem sido reiterado que Ferreira Leite não tem nenhuma preferência pela minha candidatura, mas isso encaro-o com absoluta normalidade", disse Pedro Passos Coelho aos jornalistas no final de um encontro com militantes na sede do PSD da Guarda.

Sublinha que apesar de não ter o apoio da ainda líder nacional, está empenhado em disponibilizar todo o seu esforço "e o talento que possa ter para que o PSD possa aparecer com uma imagem renovada na sociedade portuguesa".

"É isso que me interessa e, portanto, a Dr.ª Ferreira Leite fará a sua escolha mais isenta ou menos isenta, interferindo mais ou menos no processo eleitoral, isso é com ela", afirmou.

Passos Coelho disse ainda que a presidente do partido "está a cumprir o seu mandato" que em sua opinião "teve aspectos muito positivos e aspectos negativos no seu desempenho".

"Não é para acertar contas com o passado, nem com a Dr.ª Ferreira Leite, que de resto, não se candidata nestas eleições, que eu estou empenhado", esclareceu.

Para além da cidade da Guarda, Pedro Passos Coelho contactou hoje com militantes e apoiantes da sua candidatura em Pinhel e Figueira de Castelo Rodrigo.

António Edmundo, vice-presidente da comissão política distrital do PSD da Guarda e presidente da autarquia de Figueira de Castelo Rodrigo, é o mandatário distrital da candidatura de Pedro Passos Coelho.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG