Coimbra

Passos Coelho acusa PS de não aprender com os erros

Passos Coelho acusa PS de não aprender com os erros

O ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho afirmou, esta sexta-feira em Coimbra, que o PS "não aprendeu com os erros que cometeu" e entende que o discurso do Governo é muito semelhante com o de 2009 e 2010.

Pedro Passos Coelho acusou ainda os países da União Europeia (UE) de irresponsabilidade e apontou a uma "esperteza saloia" no cumprimento das regras europeias.

"Precisamos de cumprir regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento e do Tratado Orçamental. Mete dó a cada semestre o exercício de tentar simular que o desvio não será demasiado elevado", acusou, completando que o ministro das Finanças, Mário Centeno, quis mudar as contas.

"Mário Centeno fez outras contas, depois mudou-as e agora está a ensinar a fazer contas", criticou.

Apelo à responsabilidade

O ex-primeiro-ministro falou esta sexta-feira na Academia Calvão da Silva, que está a decorrer este fim de semana em Coimbra. Numa intervenção de cerca de uma hora, acusou os Estados-membros da UE de estarem "apostados na irresponsabilidade".

"As boas notícias são sempre obra dos governos nacionais, as más notícias são sempre consequências de Bruxelas. Os países têm de assumir as suas responsabilidades", apontou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG