Nacional

Passos Coelho diz Portugal não pedirá mais dinheiro nem mais tempo à "troika"

Passos Coelho diz Portugal não pedirá mais dinheiro nem mais tempo à "troika"

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou, esta quinta-feira, que Portugal não vai pedir "um novo programa de ajuda" externa, nem "mais dinheiro" relativamente ao actual, nem "mais tempo" para o cumprir.

"Por mais ajustamentos técnicos que se façam a cada três meses de re-exame, Portugal não pede um novo programa de ajuda, não está a pedir mais dinheiro, não está a pedir mais tempo", afirmou Passos Coelho no Parlamento.

No início do debate na generalidade do Orçamento do Estado (OE), o chefe de Governo disse não poder pronunciar-se sobre o re-exame trimestral do programa de assistência financeira com a "troika", que está a decorrer, mas sublinhou que "não queria que ficasse qualquer dúvida no espaço público" sobre uma eventual "revisão das condições", a que Portugal está obrigado.

"Houve um tempo em que essas matérias foram tratadas, não foram por nós, mas nós cumpriremos as condições que são estruturantes, que são essenciais, marcantes do programa que Portugal assinou e que nós cumpriremos", afirmou.

Sobre o "re-exame trimestral", que terá que ser feito até ao final do programa de assistência financeira, sublinhou tratar-se de "um ato absolutamente corrente e normal".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG