Nacional

Passos Coelho promete governo de "dimensão historicamente pequena" e nomeações na Internet

Passos Coelho promete governo de "dimensão historicamente pequena" e nomeações na Internet

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, assumiu o compromisso de, caso seja primeiro-ministro, publicar, na Internet, todas as nomeações, uma das medidas de transparência que quer implementar num Governo que será de "dimensão historicamente pequena".

Durante a sua intervenção, segunda-feira, no quinto aniversário do Clube dos Pensadores, em Gaia, Pedro Passos Coelho salientou que, caso vença as eleições a 5 de Junho, um dos seus primeiros compromissos "é apresentar um Governo com uma dimensão historicamente pequena".

"O Governo com menos membros em ministros e secretários de Estado de que há memória em Portugal", sublinhou.

Para o presidente social-democrata é ainda preciso "deixar claro que os membros do Governo não podem recrutar ilimitadamente uma espécie de administração paralela nos seus gabinetes".

"Um membro do Governo tem direito a escolher um chefe de gabinete, uma ou duas secretárias de confiança, um ou dois adjuntos. Acabou. O resto que tiver que recrutar tem que recrutar na administração", avançou.

Para Passos Coelho, "as pessoas que estão no Governo têm que se habituar a dar o exemplo, a andar no seu carro e de transportes públicos".

"Porque todas estas coisas virão no Diário da Republica mas esse não é o jornal que os portugueses mais consultam, nós assumimos o compromisso de publicarmos, todos os meses, com toda a transparência, na Internet, todas as nomeações que forem feitas, explicando quem é aquela gente, de onde vêm, que habilitações têm, o que vão fazer e o que vão ganhar. Transparência", explicou.

O líder social-democrata tinha sido questionado pelo fundador do Clube dos Pensadores, Joaquim Jorge, qual seria uma diferença entre ele e o primeiro-ministro demissionário José Sócrates.

"Uma diferença para José Sócrates? Esta", respondeu, depois de avançar com as políticas de transparência.