PSD

Passos Coelho rejeita coligação pré-eleitoral

Passos Coelho rejeita coligação pré-eleitoral

Pedro Passos Coelho excluiu a possibilidade do PSD fazer uma coligação pré-eleitoral, afirmando que os sociais-democratas se apresentarão às próximas eleições "em listas próprias".

"Apresentar-nos-emos nas eleições em listas próprias", afirmou Pedro Passos Coelho aos jornalistas, esta terça-feira à noite, à entrada para a reunião do Conselho Nacional do PSD, que decorre num hotel de Lisboa.

O líder social-democrata reiterou, no entanto, que, após as eleições, o PSD está disponível para formar "um Governo muito amplo que possa trazer outros partidos, que possa trazer outras personalidades para um projecto verdadeiramente nacional em Portugal".

Questionado se estava ainda em aberto a forma como o PSD se vai apresentar às próximas eleições, Passos Coelho começou por ressalvar que, é preciso, primeiro, "aguardar pela decisão do senhor Presidente da República".

Feita essa ressalva, acrescentou que, "de acordo com a estratégia que foi aprovada no último congresso, o PSD se apresentará em listas próprias aos portugueses".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG