Lisboa

Paulo Rangel na posse de Moedas para celebrar "novos tempos"

Paulo Rangel na posse de Moedas para celebrar "novos tempos"

O candidato à liderança do PSD Paulo Rangel marcou, esta segunda-feira, presença na tomada de posse do novo presidente da Câmara de Lisboa, mas escusou-se a falar sobre a vida interna do partido, dizendo querer celebrar os "novos tempos".

Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse de Carlos Moedas, Rangel salientou ser um "grande amigo" do novo autarca, a quem apoiou "desde a primeira hora" e em quem "acreditou até ao fim". "Foi só isso que vim cá fazer, como sou grande adepto dos novos tempos, não podia deixar de cá estar", disse, numa referência ao slogan da coligação a Lisboa encabeçada por Carlos Moedas.

Rangel, que na sexta-feira apresentou publicamente a sua candidatura à liderança do PSD, escusou-se a dizer se gostaria de contar com o apoio de Moedas (que já afirmou que se manterá neutral na disputa de liderança). "Vamos respeitar as eleições dos lisboetas, não estamos aqui para falar da vida interna de nenhum partido. Estamos a celebrar os novos tempos, novos tempos é comigo", reiterou.

Também o ex-candidato à liderança Luís Montenegro marcou presença na Praça do Município, dizendo esperar que esta vitória em Lisboa seja "o primeiro sinal de que a sociedade portuguesa olha para o PSD como alternativa". Questionado se irá apoiar Paulo Rangel nas próximas diretas, Montenegro - que já se retirou desta corrida eleitoral - não se comprometeu desde já. "Neste momento, vamos deixar o processo eleitoral desenvolver-se e logo vemos", afirmou.

Ainda assim, considerou que a disputa eleitoral interna é "uma oportunidade de lançar um novo ciclo político que terá umas eleições legislativas". "Quem for eleito presidente do PSD será candidato a primeiro-ministro", realçou.

Além de Paulo Rangel e de Luís Montenegro, estiveram também presentes na cerimónia o ex-Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, os antigos primeiros-ministros Francisco Pinto Balsemão, Pedro Passos Coelho e Pedro Santana Lopes, o presidente do PSD, Rui Rio, o presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, e o líder do PPM, Gonçalo da Câmara Pereira.

Os ex-líderes do PSD Luís Marques Mendes e Manuela Ferreira Leite, os presidentes das Câmaras Municipais de Cascais, Carlos Carreiras, e do Porto, Rui Moreira, o presidente do Banco de Portugal e ex-ministro das Finanças, Mário Centeno, o ex-candidato à liderança Miguel Pinto Luz, e o presidente da CIP, António Saraiva, foram outras das figuras presentes na tomada de posse de Carlos Moedas.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG