O Jogo ao Vivo

Hemiciclo

PCP perde um lugar na fila da frente. IL desiste (para já) de se sentar ao centro

PCP perde um lugar na fila da frente. IL desiste (para já) de se sentar ao centro

Está resolvido o "jogo de cadeiras" que marcou o início desta legislatura. O PCP vai perder um lugar na primeira fila do hemiciclo do Parlamento na XV legislatura, passando de três para dois deputados, decidiu esta quarta-feira a conferência de líderes. A IL não se vai sentar ao centro e não levou o tema à conferência de líderes, mas essa continua a ser uma pretensão para futuras legislativas, apurou o JN.

Segundo a porta-voz da conferência, a socialista Maria da Luz Rosinha, a decisão "foi consensual", sendo esta a única alteração da disposição de lugares na primeira fila. "Não há lugares vazios", disse a deputada, explicando que no lado do hemiciclo mais à esquerda haverá apenas quatro em vez de cinco cadeiras, duas atribuídas ao PCP e duas ao BE.

A questão tinha sido levantada na semana passada pela Iniciativa Liberal, alertada pelo Chega, que contestou que o PCP tivesse três lugares na fila da frente só tendo elegido seis deputados, quando o seu partido tinha apenas dois na primeira fila e oito parlamentares.

PUB

Na primeira fila, haverá sete lugares para o PS (que elegeu 120 deputados), sete para o PSD (77 deputados), três para o Chega (12 deputados) e dois para os restantes partidos: Iniciativa Liberal (que elegeu oito deputados), PCP (que elegeu seis deputados) e BE (que elegeu cinco deputados), disposição entra já em vigor esta quinta-feira.

PAN queria lugar na primeira fila

Os deputados únicos do PAN e do Livre não têm, segundo o Regimento, direito a um lugar na primeira fila, norma que foi lamentada pela porta-voz do PAN. Inês Sousa Real já fez saber que pretender reforçar os direitos dos deputados únicos.

"Foi pedido que pudéssemos estar na primeira fila, ou seja, que todas as forças políticas estivessem na primeira fila, e não nos faz qualquer sentido que se tenha optado por ter cadeiras vazias, por retirar um lugar à primeira fila", advogou a deputada única do PAN, em declarações aos jornalistas no final da conferência de líderes.

IL desiste de se sentar ao centro nesta legislatura

Nesta conferência de líderes, segundo a porta-voz, não foi discutida a pretensão da IL de se sentar no meio do hemiciclo, entre PS e PSD, e à qual os sociais-democratas já se tinham oposto. Rui Rio chegou a dizer que se tratava de uma "brincadeira de mau gosto". Ao JN, a Iniciativa Liberal diz que continua a ter a mesma pretensão para futuras legislaturas.

Maria da Luz Rosinha informou ainda que o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, propôs a criação de um grupo de trabalho - que será presidido pelo primeiro vice-presidente do parlamento a eleger na quinta-feira - para definir o elenco das comissões parlamentares e os tempos a atribuir a cada partido na atual legislatura.

A próxima conferência de líderes vai reunir-se daqui a uma semana, no dia 06 de abril, e deverá agendar a discussão do Programa de Estabilidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG