Nacional

PCP quer explicações sobre vigilância a "movimentos sociais"

PCP quer explicações sobre vigilância a "movimentos sociais"

O PCP vai pedir a presença do ministro da Administração Interna no Parlamento para esclarecer uma alegada "instrumentalização" da polícia para "vigiar movimentos sociais", a propósito do relatório das forças de segurança que refere medidas para controlar tumultos.

Para os comunistas, está em causa uma violação da Constituição quando um relatório interno, citado pelo Diário de Notícias, refere que a PSP e o Serviço de Informações e Segurança (SIS) estão a preparar medidas para controlar tumultos sociais em 2012, devido ao descontentamento gerado pelas medidas de austeridade.

"Usar as polícias e os serviços de informações para vigiar movimentos sociais representa uma instrumentalização política das forças de segurança ao serviço da política do Governo e visando intimidar os cidadãos que tenham a veleidade de protestar contra a política do Governo que é inaceitável", defendeu o deputado comunista António Filipe aos jornalistas.

O PCP quer também que o Governo envie o relatório em causa para a Assembleia da República.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG