Domingo

PCP/Porto protesta por visitas gratuitas a museus em domingos e feriados

PCP/Porto protesta por visitas gratuitas a museus em domingos e feriados

O PCP/Porto promove, no domingo, junto ao Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, um protesto que visa a aplicação da lei que prevê a gratuitidade das visitas aos museus aos domingos e feriados de manhã.

Promovida pela Direção da Organização Regional do Porto (DORP) do PCP, a iniciativa "insere-se numa ação mais ampla de garantia do cumprimento da Constituição", designadamente o artigo que refere que "todos têm direito à educação e à cultura", afirmou esta sexta-feira à Lusa Bruno Madeira, da DORP.

"Era suposto esta medida entrar em vigor a um de janeiro", disse, lembrando que, no âmbito das votações na especialidade de propostas de alteração do Orçamento do Estado para 2017, o PCP viu aprovada a sua proposta para a reposição da gratuitidade da entrada nos museus e monumentos nacionais nos domingos e feriados, até às 14 horas, para todos os cidadãos residentes em território nacional.

Na opinião de Bruno Madeira, a lei não está em vigor "certamente por falta de vontade política do PS, que tem vindo a protelar a sua aplicação".

Com este protesto, sublinhou, o PCP pretende que "o Governo aplique a medida, cumpra a lei".

A proposta, levada a votação no parlamento a 25 de novembro, foi aprovada com o voto favorável de todas as bancadas à exceção da do PS, que se manifestou contra.

Para divulgar o protesto, além de cartazes na rua, a DORP realizou hoje de manhã uma distribuição de panfletos junto à Casa da Música, no Porto.

Sob o lema "Cultura para todos, cumprir a Constituição", o protesto no Museu Nacional de Soares dos Reis está marcado para as 11 horas.

A gratuitidade dos museus aos domingos e feriados de manhã existia até 2011, quando foi removida pelo governo PSD/CDS, liderado por Passos Coelho.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG