Crise Financeira

Pedido de ajuda feito numa carta "curta" mas com referência ao chumbo do PEC

Pedido de ajuda feito numa carta "curta" mas com referência ao chumbo do PEC

O Governo português formalizou o pedido de ajuda externa numa carta "curta, formal e sem pormenores", enviada na quinta-feira à noite aos presidentes da Comissão Europeia, Eurogrupo, Banco Central Europeu e FMI.

Na missiva, assinada pelo primeiro-ministro, José Sócrates, é feita uma referência à rejeição do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC IV) pelo Parlamento, a 23 de Março, segundo fonte governamental citada pela Agência Lusa.

A carta foi enviada aos presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, e do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, e ao director-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, acrescentou a mesma fonte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG