Exclusivo

Peregrinos antecipam ida a Fátima para evitar enchentes

Peregrinos antecipam ida a Fátima para evitar enchentes

Lurdes Peres e a família cumpriram, este sábado, a tradicional visita anual ao Santuário de Fátima. Mas, desta vez, evitaram o 13 de maio para "fugir à confusão". "Ainda não nos atrevemos a vir numa grande peregrinação", alega a mulher, residente no Porto, que esteve na Cova da Iria com a filha e os pais.

"Não vim pedir, mas agradecer. Dar graças por estamos bem, com saúde e em paz. Infelizmente, tantos outros não podem dizer o mesmo", constata Lurdes Peres, com o pensamento na guerra da Ucrânia.

Foi também em agradecimento que Isabel Girão, de 56 anos, cumpriu a sua 20.ª peregrinação a pé a Fátima, mas em moldes diferentes de outros anos. Em vez de ir em grupo, caminhou só com o marido e antecipou a viagem em duas semanas. "Vim agora porque, por ocasião do dia 13, terei de ficar com a minha neta, mas também porque ainda não me sinto suficientemente confiante em ambientes com muita gente", conta a mulher, residente em Formoselha, no concelho de Montemor-o-Velho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG