O Jogo ao Vivo

Pandemia

Pericardite e miocardite: inflamações cardíacas associadas à covid-19 e à vacina

Pericardite e miocardite: inflamações cardíacas associadas à covid-19 e à vacina

Miocardite e pericardite. Duas doenças inflamatórias do coração que causam dúvidas sobre a vacinação de jovens e adolescentes são também consequências registadas da infeção por SARS-CoV-2, que causa a covid-19.

A miocardite é uma inflamação do músculo do coração que pode causar sintomas como dores no peito, falta de ar ou tonturas. A pericardite é uma inflamação do pericárdio, a membrana que envolve o coração, e provoca dor forte no peito, tosse persistente e cansaço extremo.

Ambas as condições foram identificadas em doentes com covid-19, em consequência de uma resposta inflamatória intensa do sistema imunitário. Embora sejam raras, a miocardite e a pericardite podem afetar pessoas, especialmente jovens do sexo masculino, inoculadas com vacinas mRNA, as fabricadas pela Moderna e Pfizer.

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) emitiu um alerta para casos de inflamações cardíacas, como miocardite e pericardites, detetados em jovens vacinados nos EUA e no Reino Unido. Efeitos raros, ligeiros e em estudo, ainda não reportados na União Europeia porque o processo entre os mais jovens é recente.

Notificadas oito reações adversas à vacina da Pfizer

Estas complicações afetam mais os jovens do sexo masculino com menos de 30 anos, frequentemente alguns dias após a segunda inoculação. Curiosamente, foram identificados em Portugal oito casos de mioardite/pericardite, todos referentes à vacina da Pfizer/BioNtech (Comirnaty), mas em pessoas com mais de 30 anos.

Estes dados constam do último relatório da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed). Até ao dia 22 de julho, foram notificadas 11314 reações adversas (uma por cada mil vacinas administradas), a maior parte (6485) referentes à vacina da Pfizer/BioNtech (Comirnaty), seguindo-se a da AstraZeneca (Vaxzevria), com 3480, a da Moderna (Spikevax), com 970, e a da Janssen, com 379 casos.

PUB

O Infarmed dá ainda conta da notificação de 11 casos de Síndrome de Guillain-Barré (SGB), uma doença inflamatória do sistema nervoso periférico, potencialmente associados à vacina Vaxzevria (AstraZeneca) e dois casos potencialmente associados à vacina Janssen.

Como surge a miocardite e quais os principais sintomas?

Na maioria dos casos, a miocardite é causada por um vírus, como o da gripe ou da constipação, mas também pode resultar de uma infeção por bactérias ou fungos. Está também associada a casos de covid-19 e às vacinas mRNA.

A miocardite tem cura e, geralmente, desaparece quando a infeção é debelada. Nos casos mais leves, não provoca qualquer tipo de sintoma. Nos mais graves, podem sentir dores no peito, batimento cardíaco irregular, falta de ar, cansaço extremo ou tonturas.

Nas crianças, podem ainda surgir outros sintomas como febre (até os 38.º), respiração ofegante e desmaios.

Uma vez que a miocardite surge durante uma infeção, os sintomas podem ser difíceis de identificar, sendo aconselhável consultar um médico caso persistam durante mais de três dias. Devido à inflamação, o coração tem dificuldades em bombear o sangue, podendo causar arritmia ou insuficiência cardíaca, por exemplo.

Pericardite: causas, sintomas e tratamento

Geralmente, as causas da pericardite incluem infeções, como pneumonia e tuberculose, ou doenças reumatológicas, como lúpus e artrite reumatoide. Recentemente foi associada a casos de covid-19 o às vacinas mRNA.

O principal sintoma da pericardite é a dor intensa no peito, que irradia para o lado esquerdo do pescoço ou ombro, e piora quando se tosse. Outros sintomas incluem dificuldades em respirar, febre, palpitações, cansaço extremo ou tosse persistente.

Quando surge de forma repentina, é conhecida como pericardite aguda. Nestes casos, por norma, os pacientes recuperam em cerca de duas semanas. O tratamento é feito em casa com repouso e analgésicos e anti-inflamatórios, embora nos casos mais graves possa ser necessário o internamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG