ANEPC

Perigo de risco de incêndio leva a reforço de meios

Perigo de risco de incêndio leva a reforço de meios

As previsões meteorológicas para os próximos dias apontam para um aumento do risco de incêndio rural. A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) vai reforçar proteção nos distritos da Guarda, Viseu, Vila Real, Bragança e Viana do Castelo num total de 250 operacionais.

De acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as próximas 72 horas prevê-se um quadro meteorológico de tempo seco, com aumento gradual dos valores de temperatura máxima e vento de quadrante Leste. O Ministério da Administração Interna apela aos cidadãos que adotem comportamentos de prevenção e que aumentem os cuidados que têm nos trabalhos em ambiente florestal.

"As medidas preventivas envolvem também o reforço da presença e da capacidade de resposta dos operacionais da Força Especial de Proteção Civil da ANEPC", pode ler-se num comunicado de imprensa da Administração Interna. As autoridades competentes estão a mobilizar-se no sentido de prevenção, posicionando-se em pontos " estratégicos nas regiões do Norte e Centro".

De acordo com o IPMA, prevê-se uma humidade relativa baixa durante a tarde, vento do quadrante Norte, rodando para o quadrante Leste a partir de dia 27, com brisa no litoral durante a tarde e sendo moderado a forte até 40 km/h durante a noite e manhã nas terras altas.

Para este fim de semana, 27 e 28 março, prevê-se uma subida da temperatura, com acentuada amplitude térmica, devendo manter-se até ao dia 1 abril. Este cenário meteorológico traduz-se num aumento dos índices de risco de incêndio até à próxima quarta-feira, dia 31 de março, com condições favoráveis à rápida propagação de incêndios, alerta o IPMA.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG