Exclusivo

Perito português que vai aprovar a vacina: "Não se saltaram etapas"

Perito português que vai aprovar a vacina: "Não se saltaram etapas"

Bruno Sepodes, farmacologista que integra o comité de peritos europeu, garante que processo cumpriu todos os critérios, culminando numa "opinião mais robusta".

Vice-presidente do Comité dos Medicamentos de Uso Humano que decide na segunda-feira o futuro da vacina da Pfizer/BioNTech, Bruno Sepodes sublinha que todos os procedimentos foram cumpridos. E que, perante resultados robustos, "seria até antiético" privar os cidadãos de uma alternativa terapêutica, explica, em entrevista por escrito ao JN, o farmacologista e professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

No próximo dia 21 preparamo-nos para ter a primeira autorização de introdução de vacina contra a covid-19 no mercado. Aprovação essa em timings nunca antes vistos. Saltaram-se etapas? Encurtaram-se fases? Ou sobrepuseram-se fases face à emergência de saúde pública que vivemos?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG