Prémio

Plátano de Portalegre em 4.º lugar no concurso da "Árvore Europeia do Ano"

Plátano de Portalegre em 4.º lugar no concurso da "Árvore Europeia do Ano"

Uma árvore portuguesa conquistou o 4º lugar entre 14 participantes na edição de 2021 do concurso "Árvore Europeia do Ano". A vencedora foi uma azinheira milenar espanhola. A Península Ibérica conquistou muitos votos na Europa.

O "Plátano do Rossio", situado na cidade de Portalegre, ficou em 4º lugar, com 37 410 votos, conseguindo a maior votação de sempre para uma árvore portuguesa. A árvore, também conhecida como "o Bem-Amado de Portalegre", foi plantada em 1838 e é o maior plátano da Península Ibérica.

A vencedora do prémio "Árvore Europeia do Ano", edição 2021, foi a 'Azinheira Milenar de Lecina', de Espanha com um "recorde histórico" de 104 264 votos. É a primeira vez que uma árvore espanhola vence o prémio.

Houve mais de 600 mil votos

Entre os classificados, o Plátano de Curinga, Itália, conquistou o 2.º lugar com 78.210 votos e o Plátano Antigo, na Federação Russa, conquistou o terceiro lugar com 66.026 votos. No total, o concurso contabilizou 604 544 votos, o dobro dos votos da edição anterior.

O concurso é organizado desde 2011 pela Environmental Partnership Association (EPA) e pela European Landowners' Organization (ELO) com o apoio dos eurodeputados Ludek Niedermayer e Michal Wiezik.

"As árvores são tão importantes para a nossa sociedade, elas são seres bonitos e sensíveis. Elas formam o nosso ambiente, mas também as usamos como memoriais vivos de eventos históricos significativos e essa é a essência do nosso concurso", afirmou o eurodeputado e embaixador do concurso, Michal Wiezik, numa nota divulgada à imprensa.

PUB

Os concorrentes, 14 países da Europa, reúnem-se e competem pelo título "Árvore Europeia do Ano", promovendo as suas árvores durante o mês de fevereiro. Nos últimos 20 anos, a EPA forneceu 10 milhões de euros de financiamento para estes projetos. O concurso é organizado desde 2011 e acredita que cada árvore tem uma história capaz de unir comunidades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG