O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Polícias não recebem desde setembro serviço prestado nas centrais do 112

Polícias não recebem desde setembro serviço prestado nas centrais do 112

Agentes e militares que fazem a triagem das chamadas de emergência não auferem gratificação desde setembro. INEM transferiu dinheiro para a PSP e para a GNR em dezembro.

Os agentes da PSP e militares da GNR colocados nos centros operacionais do serviço 112, número de emergência europeu, estão desde setembro do ano passado sem receber uma "gratificação" mensal de 144,80 euros. O INEM, responsável pelo pagamento deste suplemento, garante que efetuou a transferência do montante para as forças de segurança em dezembro e as chefias da PSP e GNR prometem liquidar as quantias em dívida no próximo salário, em março. Demasiado tarde, protestam os sindicatos, criticando a ausência de justificações e lembrando a importância de 144 euros nos baixos ordenados praticados.

Os centros operacionais do 112 identificam e caracterizam ocorrências relacionadas com a segurança pública, proteção civil ou emergência médica e encaminham-nas para as entidades competentes, nomeadamente bombeiros e polícias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG