Pior dia da pandemia

Portugal com novos máximos de mortes e casos de covid-19

Portugal com novos máximos de mortes e casos de covid-19

Um dia depois de ter ultrapassado as oito mil mortes associadas à covid-19 desde o início da pandemia, Portugal regista esta quarta-feira novos máximos diários de óbitos e infetados.

Nunca tinha havido, desde março, um dia com tantas mortes e infeções como esta quarta-feira. Em 24 horas, morreram mais 156 pessoas com covid-19 (o anterior valor máximo era de 155, registado ontem) e 10.556 ficaram infetadas, ultrapassando o recorde de 10.176 casos de sexta-feira. No total, 507.108 já foram contagiadas pelo novo vírus, sendo que 116.328 correspondem a casos ativos. Por outro lado, já recuperaram da doença 382.544 pessoas, mais 4460 do que ontem.

Com mais 3793 infeções, Lisboa e Vale do Tejo é a região que condensa o maior número de novos casos, seguindo-se o Norte, com 3628 infetados. Na região Centro, há mais 2136 casos, no Alentejo mais 475 e no Algarve mais 411. O arquipélago dos Açores regista 69 novos contágios e a Madeira soma 44.

75% das vítimas com 80 anos ou mais

Depois de, no balanço de terça-feira, Portugal ter ultrapassado a barreira dos oito mil óbitos, o número total salda-se hoje em 8236, número que inclui as 156 mortes hoje anunciadas no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Sessenta e sete vítimas foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, 36 na região Norte, também 36 no Centro, 11 no Alentejo e seis no Algarve.

74% das vítimas registadas até à meia-noite tinham 80 anos ou mais (115). Vinte e uma tinham entre 70 e 79, doze entre 60 e 69, cinco entre 50 e 59, duas entre os 40 e 49 e uma pertencia à faixa etária dos 30-39 anos.

PUB

Nas enfermarias dos hospitais, há mais 197 pessoas internadas (são 4240 ao todo). Já nos cuidados intensivos, há menos três doentes, num total de 596.

Outras Notícias