Nacional

Portugal cria Observatório Nacional de Envelhecimento

Portugal cria Observatório Nacional de Envelhecimento

Nasceu em Alte, no concelho de Loulé, o primeiro Observatório Nacional de Envelhecimento (ONE), que vai recolher e analisar dados relativos a todo o ciclo de vida da população para propor medidas que promovam o envelhecimento saudável. A iniciativa envolve três universidades.

O espaço é inaugurado na próxima segunda-feira, 21 de março, e contará com a presença da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

O ONE é coordenado pelo Algarve Biomedical Center (ABC), pela NOVA Medical School da Universidade Nova de Lisboa e pela Universidade do Porto, e pretende dinamizar a colaboração entre instituições públicas, privadas e sociedade civil para o estudo do envelhecimento. Fazem ainda parte do projeto vários parceiros e entidades públicas e privadas.

PUB

Com um investimento de cerca de um milhão de euros, o observatório tem como objetivo promover a investigação e conhecimento que permitam avaliar e desenvolver o envelhecimento ativo e saudável, dando às áreas da saúde, da ação social, da educação e da formação as ferramentas necessárias para compreender as necessidades e as dinâmicas populacionais.

Em declarações à Lusa, Nuno Marques, presidente do Algarve Biomedical Center e porta-voz do projeto, adiantou que o objetivo é "propor algumas medidas políticas e ajudar os decisores a implementar medidas na área do envelhecimento que tenham impacto nos próprios indicadores que o observatório analisa".

O espaço vai ser inaugurado na segunda-feira, dia 21 de março, pelas 15 horas, na Rua Nova da Igreja, nº3, e contará com a presença da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG